O Procedimento do Balão:

O Que Esperar

Antes de inserir o balão intragástrico

Para garantir o máximo de êxito, o seu médico determinará exatamente quais avaliações de triagem serão exigidas em seu caso. A avaliação prévia pode incluir qualquer um ou todos os seguintes itens: um perfil das informações do paciente, avaliação dietética, aconselhamento psicológico, exames de sangue de rotina, radiografia de tórax e ECG.

Para se preparar para a inserção do balão, você será instruído a ficar em jejum por um período a ser determinado pelo seu médico.

Inserção do balão intragástrico

Insere-se o balão intragástrico, na maioria dos pacientes, sob sedação, a menos que haja uma razão clínica específica para proceder de forma diferente. O balão intragástrico é inserido por endoscopia e colocado no estômago; em seguida, insuflado com solução salina. Você receberá alta e poderá ir para casa dentro de aproximadamente uma hora.

O balão intragástrico pode ser desinflado e removido facilmente, se necessário, a qualquer momento.

Procedimento de ajuste

Se você tiver náuseas excessivas ou prolongadas, vômitos ou dor, o volume do balão intragástrico poderá ser reduzido por um processo de ajuste.

Se o seu apetite aumentar ou se sua perda de peso estagnar ou cessar, o volume do balão intragástrico poderá ser aumentado com um procedimento de ajuste.

O volume do balão intragástrico pode ser alterado com um procedimento de endoscopia de aproximadamente 15 minutos. A preparação exige uma dieta líquida por três dias completos antes do ajuste, seguido de jejum por um período a ser determinado pelo seu médico. Os ajustes serão feitos enquanto você estiver sob sedação. Do mesmo modo que acontece com o procedimento de inserção, o paciente receberá alta em aproximadamente uma hora.

Técnica de extração

Após 12 meses, o balão intragástrico poderá ser removido com endoscopia, novamente sob sedação. A preparação exige uma dieta líquida por três dias completos antes do procedimento, seguido por jejum por um período a ser determinado pelo seu médico. Após a extração, você receberá alta em aproximadamente uma hora.

Riscos e complicações

Em qualquer intervenção cirúrgica ou médica, sempre haverá riscos e algumas complicações. Embora muitos deles sejam raros e seja feito todo o possível para reduzir ou evitá-los, é necessário estar plenamente consciente de sua existência, a fim de tomar uma decisão. Dentre os riscos estão:

  • Náusea e vômito
  • Distensão abdominal
  • Úlcera péptica
  • Diarreia
  • Reações à sedação
  • Pneumonia por aspiração
  • Perfuração gástrica/esofágica
  • Refluxo gastroesofágico
  • Esvaziamento do balão intragástrico e obstrução intestinal

Após a inserção

Durante os primeiros 3 ou 5 dias após a colocação do balão intragástrico, você poderá se sentir desconfortável e ter náuseas. Isso irá passar e será feito todo o possível para reduzir esses efeitos colaterais. Você receberá medicação para aliviar o estômago e as náuseas. É importante tomar a medicação antes do início da náusea.

Nos primeiros 3 dias após a inserção, você começará com uma dieta líquida, progredindo lentamente para uma dieta semi-sólida. Dentro de uma semana, você poderá voltar a comer alimentos com textura normal.

Com o balão intragástrico, recomenda-se o acompanhamento de uma equipe multidisciplinar. Comparecer às consultas e seguir as recomendações da equipe multidisciplinar é fundamental para a mudança de hábitos e o consequente êxito na perda de peso.

Copyright © 2016 Spatz FGIA Inc. All rights reserved.